Conheça 3 tipos de perda auditiva

Conheça 3 tipos de perda auditiva

Perda auditiva – quais as diferenças?

 

Categorizamos a perda auditiva em 3 tipos:

1. Perda Auditiva Condutiva ou de Condução.

    • É um dos tipos mais comuns. É resultado de um bloqueio na transmissão do som do ouvido externo para o ouvido interno. Tal pode acontecer devido a:
      • infeções do ouvido médio (otite média);
      • otosclerose
      • acumulação de fluído no ouvido médio;
      • bloqueio do ouvido externo (cera);
      • malformações do ouvido externo
      • perfuração do tímpano devido a infeção ou ferimento.
Em muitos casos, este tipo pode ser parcialmente ou totalmente resolvido com a utilização de um aparelho auditivo, em simultâneo sicom medicamentos e/ou cirurgia. No entanto, em alguns casos de perda auditiva de condução, medicamentos e/ou cirurgia são a única opção.
 

2 . Neurossensorial. 

    • A maioria das perdas auditivas neurossensoriais é causada pela lesão das células ciliadas da cóclea, no ouvido interno. Uma vez danificadas, estas células não recuperam por elas próprias nem podem ser clinicamente tratadas. No entanto, devido ao incrível avanço da tecnologia em soluções auditivas a maioria dos pacientes já consegue ter algum tipo de reabilitação auditiva.


3. Perda Auditiva Mista.

    • Designamos de perda auditiva mista, a uma perda causada por alterações no ouvido interno e no ouvido externo ou médio, ou seja, o ouvido externo não consegue conduzir o som de forma adequada para o ouvido interno e o ouvido interno não consegye processar o som para o transmitir ao cérebro. Por exemplo, quando alguém tem uma alteração das células ciliadas da cóclea devido à idade (Neurossensorial) e, ao mesmo tempo, tem uma infeção do ouvido médio (Condução).
    • Sendo um conjunto de causas da perda condutiva e neurossensorial as causas podem incluir:
      • Fatores genéticos
      • Envelhecimento; após 65 anos, uma em cada três pessoas tem perda auditiva
      • Ruído excessivo, muitas vezes do trabalho ou ouvindo música alta
      • Certos medicamentos
      • Causas congénitas
      • Tumores e doenças
      • Traumatismos na cabeça
      • Excesso de cera no ouvido
      • Infeções no ouvido
Os aparelhos auditivos geralmente podem ajudar as pessoas com este problema, bem como os implantes cocleares, que podem ser usados para abordar o aspecto neurossensorial desta questão. A perda auditiva condutiva, em certos casos, pode ser tratada com cirurgia, particularmente no caso de tumor.
 
Um bom tratamento começa com um bom diagnóstico, por isso se tem ou conhece alguém que tenha sintomas, como por exemplo, ouvir a televisão ou o rádio muito alto, pedir a repetição de frases, etc. contacte a Auditiv através do 800 917 282 e marque a sua avaliação gratuita. 
 

 

Descubra aqui os 7 causas para a perda de audição.

Conheça aqui as nossas 5 dicas para cuidar seu aparelho auditivo.

 
 

Comments are closed.